Conectividade e as interações nas mídias sociais

Autores

  • Jaqueline Puntel dos Santos Universidade Católica de Brasília (UCB)
  • Cristiano Max Pereira Pinheiro
  • Mary Sandra Guerra Ashton

Resumo

Este trabalho se propõe a realizar reflexões sobre efeitos da conectividade, a
generalização das mídias sociais e um modelo de geração de conteúdo utilizado pela Starbucks. Isso porque a globalização de tecnologia e mídias sociais permite a sociedade se conectar, compartilhar informações e conteúdos de forma cada vez mais acelerada e com a possibilidade de interagir com pessoas de zonas geográficas diversas, com a sensação de incrível normalidade. Para realização do estudo, utilizou-se o método de pesquisa revisão bibliográfica que permite a utilização de livros e conteúdos já publicados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DEJANGAJSEK 2019, [Growth Study] Starbucks Marketing Strategy – How to

Introduce an Old Product to the New Market. Disponível em:

https://dgajsek.com/starbucks-marketing-strategy/ Acessado dia 24.07.2019

ELIFE. Tribos de Consumo. Em tempos de social big data, (2014).

FERRARI, Flavio. Atitude Digital: Os caminhos da transformação. Editora Flavio Ferrari

STARBUCKS, 2019. Nosso legado, Disponivel em:

https://www.starbucks.com.br/about-us/our-heritage. Acessado dia 24/07/2019

JUNQUEIRA, F., Filho, E., LOPES, P., & et al. (2014). A Utilização das Redes Sociais

para oFortalecimento das Organizações. XI Simpósio de Excelência Em Gestão e

Tecnologia, 13.

MONTEIRO, D. & AZARITE, R. (2013) Monitoramento E Métricas De Mídias Sociais:

Do estagiário Ao Ceo - Dvs Editora.

PRODANOV, Cleber Cristiano. FREITAS, Ernani Cesar de: Metodologia do trabalho

científico2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 14

SILVA, T. (organizador). (2012). Para entender o Monitoramento de Mídias Sociais, 165.

ROSEN, Emanuel. Marketing boca a boca: como fazer com que os clientes falem de sua

empresa, seus produtos e serviços. São Paulo: Futura, 2001.

SCHMIDT, Eric. COHEN, Jared: A Nova Era Digital: Como será o futuro das pessoas,

das nações e dos negócios. Editora Intrínseca Ltda, 2013.

BAUMAN, Zygmunt. Traduzido por: Marcus Penchel: Globalização: As consequências

humanas. Editora Zahar,1999.

LASTRES, Helena. ALBAGLI Sarita. Informação E Globalização. Rio de Janeiro, 1999.

JENKINS, Henry. Cultura da conexão. Tradução de Patricia Arnaud. 2. ed. São

Paulo: Aleph, 2014

ASKSTORY,2014, Starbucks, The Success From “Little By Little” Marketing Strategies

Disponível em: http://www.askstory.com/blog/?p=207 Acessado dia 24/07/2019

VEJASP, 2017, Esta “Teoria” Promete Explicar Por Que Os Baristas Da Starbucks Escrevem O

Seu Nome Errado. Disponível em : https://vejasp.abril.com.br/blog/pop/esta-8220-teoria-8221-

promete-explicar-por-que-os-baristas-da-starbucks-escrevem-o-seu-nome-errado/ Acessado

em 24/07/2019

BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin. Cultura, Consumo e Identidade. São Paulo:

Editora FGV, 1ª Edição, 2007

Downloads

Publicado

2020-01-10

Como Citar

Santos, J. P. dos, Pinheiro, C. M. P., & Ashton, M. S. G. (2020). Conectividade e as interações nas mídias sociais. Anais Do Interprogramas Secomunica, 3. Recuperado de https://portalrevistas.ucb.br/index.php/AIS/article/view/11434

Edição

Seção

Artigos