Como diversos profissionais usam a intuição no processo de criatividade

Autores

  • Alessandra Bastos Universidade Católica de Brasília (UCB)
  • Florence Marie Dravet

Resumo

A pesquisa apresenta alguns casos de profissionais de diferentes áreas que relatam usar as informações, ideias e conhecimentos trazidos pela intuição em seus trabalhos. O objetivo é refletir como a intuição ajuda um profissional a ser mais criativo, desenvolver trabalhos ou mesmo na tomada de decisões. São usadas como metodologia a pesquisa exploratória, bibliográfica e a transdisciplinaridade. A intuição é uma fonte de informação e de conhecimento. Infelizmente a separação entre ciência e espiritualidade a “rebaixou” como um assunto místico, o que fez com que poucos estudos no meio acadêmico tentassem entendê-la ou levá-la a sério. No entanto, vários cientistas, como Newton, Einstein ou o matemático Ramanujan afirmam que suas respostas lhe eram dadas. No mundo moderno, a velocidade atrapalha a capacidade do desenvolvimento da intuição. Por outro lado, a ciência passa a reconhecer a necessidade da transdisciplinaridade e a física quântica vem comprovando muitos temas até então considerados místicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

NICOLESCU, Basarab. O Manifesto da Transdisciplinaridade. Triom : São Paulo, 1999.

OLIVEIRA, Murilo Alvarenga; SOUZA NETO, Silvestre Prado de. A intuição como elemento essencial no desenvolvimento de estratégias organizacionais. In: Encontro de Estudos em Estratégia, 2003, Curitiba.

OSHO. Intuição: o saber além da lógica. São Paulo: Cultrix, 2014.

PARIKH, Jagdish; NEUBAUER, Friedrich; LANK, Alden. Intuição: a nova fronteira da Administração. São Paulo: Cultrix, 1997.

PEIRCE, Charles Sanders. Escritos publicados: questões sobre certas faculdades reivindicadas pelo homem. In: Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

Downloads

Publicado

2020-01-10

Como Citar

Bastos, A., & Dravet, F. M. (2020). Como diversos profissionais usam a intuição no processo de criatividade. Anais Do Interprogramas Secomunica, 3. Recuperado de https://portalrevistas.ucb.br/index.php/AIS/article/view/11435

Edição

Seção

Artigos