Estratégias de comunicação na comercialização de produtos da agricultura familiar e do extrativismo em campos belos

Autores

  • Francielle Rego Oliveira Braz Universidade Católica de Brasília (UCB)
  • Leandro Bessa

Resumo

Este artigo intitulado Estratégias de Comunicação na Comercialização de Produtos da Agricultura Familiar e do Extrativismo em Campos Belos, tem como objetivo analisar as estratégias de comunicação, bem como a emergência das tecnologias digitais no contexto da comercialização de produtos da Agricultura Familiar e do Extrativismo em Campos Belos, GO. Essa discussão atravessa questões teóricas ligadas à estratégia na comunicação e mercado desse cenário, alguns autores que auxiliaram tal discussão foram: Wolton (2010), Morin (2003) e Gomes (2016).  A metodologia adotada foi baseada em uma pesquisa-ação, com base empírica, que consiste numa estreita associação com uma ação ou com a resolução de um problema coletivo (THIOLLENT, 1986), e que neste caso vincula-se às comunidades rurais e seus agricultores. Essa investigação contribui para identificar as dificuldades encontradas nesse processo, assim como oportunidades associadas às mídias digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francielle Rego Oliveira Braz, Universidade Católica de Brasília (UCB)

Jornalista, Relações Públicas, mestre e doutor em Comunicação. Professor e pesquisador do PPGE/UCB, linha Política, Gestão e Avaliação da Educação. E também do PPGCOM/UCB, linha Estratégia e Gestão Comunicacional. Coordenador do grupo Prêmios, Indicadores e Estratégias em Educação.

Referências

Agrodefesa- Agência Goiana de Defesa Agropecuária, em Campos Belos, GO, 2021.

ALTMANN, R. (Coord.). Perspectivas para a agricultura familiar: horizonte 2010. Florianópolis: Instituto Cepa/SC, 2002. 112 p.

BONILHA, Rafael Alessi Martins. Modelo de negócios e infraestrutura baseada em dispositivos móveis para comercialização de produtos Slow Food. 2018.

Carvalho, Marly Monteiro de. Estratégia competitiva: dos conceitos à implementação / Marly Monteiro de Carvalho, Fernando José Barbin Laurindo. – 2. ed. – 2. reimpr. – São Paulo: Atlas, 2010.

EMATER-Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Goiás, em Campos Belos, 2021.

GIL, Antônio C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

GOMES, Victor M. L. R. Uma leitura comunicacional da estratégia na perspectiva sistêmico-discursiva. 2014. Tese (Doutorado em Comunicação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

_______ Uma leitura comunicacional da estratégia nas organizações. Galaxia, São Paulo, n. 33, set./dez. 2016a, p. 226-238.

________ Rede decisória comunicacional: um exemplo de aplicação. Comunicação & Inovação, PPGCOM/USCS, São Caetano do Sul, v. 17, n. 35, set./dez. 2016b, p. 30-45.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. 2010. Agropecuária. Disponível em: http://www.ibge.com.br>. Acesso em: 3/05/2021.

MOREIRA, B. L. Dicas de Feedback. Rio de Janeiro: Qualilymark, 2010.

MORIN, Edgar. A Comunicação pelo meio (Teoria Complexa da Comunicação). Revista FAMECOS. Porto Alegre. Nº. 20. abril 2003.

PAZERA Jr., Eduardo. A feira de Itabaiana, PB: Permanência e Mudança. Tese 2001 14fl. (Doutorado em Geografia) Universidade de São Paulo, São Paulo.

_________________. A feira de Itabaina-PB: Permanência e mudança. Dissertação (Tese de Doutorado) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, 2003.

RESE, Natália. CANHADA, Diego Iturriet Dias. CASALI, Adriana Machado. Estratégia como Prática Social: Reflexões sobre o Papel da Comunicação Organizacional. V Encontro de Estudos Organizacionais ANPAD (ENEO), Belo Horizonte, MG. Junho/2008.

SAMPAIO, Isabel Cristina. FORTUNATO, Graziela. BASTOS, Sergio Augusto Pereira. A Estratégia como prática social: O pensar e o agir em um programa social governamental. Revista O&S UFBA- Salvador, v.20, n.66. p. 479-500- julho/setembro. 2013.

SILVA, Samuel Aureliano da e XAVIER, Odiva Silva. Campos Belos: sua história sua gente. Brasília: Editora Ser, 2004.

SWEDBERG, Richard. Max Weber e a ideia de Sociologia Econômica. Rio de Janeiro: Editora UFRJ; São Paulo: Beca Produções Culturais, 2005.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa - ação. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1986.

VILLAR, Eduardo Guedes; WALTER, Silvana Anita; BRAUM, Loreni Maria dos Santos. Da Estratégia Clássica à Estratégia como Prática: Uma análise das concepções de estratégia e de estrategistas. Revista Ibero Americana de Estratégia, vol. 16, núm. 1, enero-marzo, 2017, pp. 8-21 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil.

WHITTINGTON, Richard. Estratégia após o modernismo: Recuperando a prática. RAE. Vol.44.nº 4. Out/Dez 2004.

WOLTON, Dominique. Informar não é comunicar. Porto Alegre: Sulina, 2010.

Downloads

Publicado

2021-08-04

Como Citar

Braz, F. R. O., & Bessa, L. (2021). Estratégias de comunicação na comercialização de produtos da agricultura familiar e do extrativismo em campos belos. Anais Do Interprogramas Secomunica, 5. Recuperado de https://portalrevistas.ucb.br/index.php/AIS/article/view/13257

Edição

Seção

Artigos