PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO, ACADÊMICO E PROFISSIONAL DE CONDUTORES DE TRILHAS DE LONGA DURAÇÃO EM PARQUES NACIONAIS BRASILEIROS

Marcial Cotes, William das Neves Salles, Vinicius Zeilmann Brasil, Tayná Iha, Alexandre Schiavetti, Juarez Vieira Nascimento

Resumo


Este estudo investigou o perfil sociodemográfico, acadêmico e profissional de condutores de trilha de longa duração (TLD) em Parques Nacionais (PARNAs) brasileiros. Entrevistaram-se 39 condutores do Parque Nacional do Caparaó (PNC) e 40 do Parque Nacional da Serra da Capivara (PNSC). Verificou-se que a maioria dos condutores é do sexo masculino (88,6%), possui a Educação Básica completa ou incompleta (62,0%), exerce esta atividade há mais de 10 anos (54,4%), recebe até um salário mínimo por mês (72,2%) e mora no entorno do PARNA em que atua. Nenhum dos condutores investigados realiza ou realizou curso de graduação em Educação Física. Enquanto o caráter educativo da condução predominou nos condutores do PNSC, o caráter de aventura foi mais frequente nos condutores do PNC.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/rbcm.v26i1.8435

R. Bras. Ci. e Mov./ Brazilian Journal of Science and Movement