ESCALA MOTORA PARA TERCEIRA IDADE: UMA REVISÃO BIBLIOMÉTRICA E INTEGRATIVA DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA

Autores

Resumo

A identificação de déficits motores é primordial para a elaboração de estratégias voltadas à manutenção da aptidão motora do idoso. Entre os instrumentos direcionados à avaliação desses parâmetros, destaca-se a Escala Motora para Terceira Idade (EMTI). A presente revisão objetivou explorar os indicadores bibliométricos da produção científica sobre a EMTI, identificar o delineamento dessas pesquisas e caracterizar a Aptidão Motora Geral (AMG) das amostras investigadas. As buscas foram realizadas nas bases eletrônicas Web of Science, CINAHL, Science Direct, Scielo, LILACS, PubMed, Scopus e Google Acadêmico. Vinte e três (23) artigos foram elegíveis para esta pesquisa. Verificou-se que os estudos com a EMTI estão concentrados em revistas nacionais com focos e escopos diversificados e que o instrumento vem sendo utilizado por diferentes profissionais, sobretudo da área da saúde. Observou-se, também, que a EMTI possui alcance nacional, sendo Santa Catarina e Rio Grande do Sul os estados que concentram o maior número de trabalhos. A maior parte produção científica apresentou delineamento transversal, aplicou a EMTI na sua forma completa e investigou grupos de idosos com diferentes características. A partir da análise integrada dos estudos, verificou-se que idosos com idade mais avançada, doenças, transtornos, institucionalizados ou pouco ativos apresentaram AMG inferior aos mais jovens, hígidos e/ou praticantes de atividades físicas. Conclui-se que o desenvolvimento de estudos com a EMTI é uma proposta multiprofissional que possui aplicabilidade em diferentes contextos clínicos e de pesquisa. Além disso, a EMTI parece ser uma ferramenta de avaliação capaz de distinguir a aptidão motora de grupos de idosos com diferentes especificidades. Nesse sentido, pode representar um instrumento em potencial para diversos profissionais e pesquisadores que atuam com essa população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lorenna Walesca de Lima Silva, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutoranda em Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Lucia Maria Andreis, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutoranda em Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Ana Flávia Girardi, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestranda em Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Gabrielli de Freitas Veras, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestranda em Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Francisco Rosa Neto, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor em Medicina do Esporte (Universidade de Zaragoza). Professor titular da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Downloads

Publicado

2024-02-21

Edição

Seção

Artigo de Revisão