RELAÇÃO ENTRE A ALTURA DO SALTO VERTICAL E O DESEMPENHO EM CORRIDAS DE ESCOLARES

Autores

  • Frederico Deponti Brasil Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões
  • Marcos Franken Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões; Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Avaliar a altura do salto vertical e testar a relação com o desempenho em corrida de escolares pode possibilitar ao professor de educação física mensurar a força dos membros inferiores e, ao mesmo tempo ser um indicador da capacidade anaeróbia. Assim, o objetivo desse estudo foi verificar a relação entre a altura do salto vertical e o desempenho em corridas de velocidade e fundo de escolares. Participaram 24 estudantes (14 do sexo feminino e 10 do sexo masculino), de ambos os sexos, que possuíam idade média de 16,45 ± 1,16 anos de uma escola da cidade de Nova Esperança do Sul. Inicialmente, foi realizada avaliação antropométrica e posteriormente avaliados os testes de corrida de velocidade e fundo e o salto vertical com intervalo mínimo de 60 minutos entre cada teste. Foram calculadas as médias e desvios padrão das variáveis numéricas. Para as correlações entre as variáveis foi utilizado o teste de correlação linear Produto-Momento de Pearson com nível de significância em 5%. Foram encontradas correlações significativas e positivas entre altura do salto vertical e a massa corporal, a estatura, e no desempenho em corrida de fundo (r = 0,450; r = 0,879; r = 0,606, respectivamente) e correlação significativa negativa com o desempenho em corrida de velocidade (r = -0,721). Portanto, recomenda-se que estes parâmetros de avaliação possam ser utilizados por professores de educação física nas suas práticas das aulas e dos treinamentos visando à melhoria do desempenho físico na modalidade do atletismo na escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-01-31

Edição

Seção

Artigo Original