GRUPAMENTO DE MERGULHADORES DE COMBATE (GRUMEC) DA MARINHA DO BRASIL

UMA ANÁLISE DOS DISCURSOS A PARTIR DO FENÔMENO CORPOREIDADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/rbcm.v30i4.13846

Resumo

O presente trabalho abordou a origem histórica e a formação do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC) da Marinha do Brasil, ao mesmo tempo realizou aproximações teóricas desse contexto com o fenômeno Corporeidade. Assim, ressaltamos que nosso trabalho expõe algumas referências de caráter militar e outras que versam sobre o tema da Corporeidade. Em termos metodológicos, além da pesquisa bibliográfica, o trabalho também executou uma pesquisa de campo, realizando entrevistas com oito Mergulhadores de Combate (MEC´s) utilizando duas questões abertas, sendo os discursos desses participantes analisados por meio da proposta Moreira, Simões e Porto (2005), ao adaptar a parte de análise de conteúdo. Os resultados apontam que os MEC’s exercerem as suas atividades cotidianas direcionadas à manutenção de forma “física”, no sentido até restrito do termo, inclusive descrevem que sempre buscam estar em constante movimento, valorizando de certa forma o corpo como uma “máquina”, como um “instrumento de trabalho”. Relatam ainda uma rotina de treinos que proporcione uma melhor capacidade física, dentro e fora da instituição, sendo esse padrão essencial para a conclusão das tarefas que a profissão exige. Ressaltamos também que encontramos a visão dicotômica (corpo-mente) nas falas dos entrevistados, fato esse a reforçar o entendimento mecânico de corpo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-08-06

Edição

Seção

Artigo Original