Vozes da resistência: a Rede de Notícias da Amazônia e o protagonismo indígena

Autores

  • Rosa Luciana Rodrigues Universidade Federal do Pará (UFPA)
  • Luciana Miranda Costa Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v1i23.13624

Resumo

O artigo analisa a cobertura da Rede de Notícias da Amazônia sobre as manifestações dos povos indígenas do Brasil, de agosto e setembro de 2021, motivadas, principalmente, pela votação da tese do marco temporal no Superior Tribunal Federal. Com referências principais em Peruzzo (1995), Santos e Amorim (2019), Svampa (2016; 2021) e Steinbrenner et al. (2021), foram analisadas reportagens observando escolhas editoriais, as   vozes evidenciadas e a postura de resistência na prática comunicacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosa Luciana Rodrigues, Universidade Federal do Pará (UFPA)

Jornalista, Mestre em Ciências da Comunicação, doutoranda em Ciências da Comunicação (PPGCOM/UFPA).

Luciana Miranda Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Jornalista e Professora do PPGCom/UFPa e do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Downloads

Publicado

2022-07-01

Como Citar

Rodrigues, R. L., & Costa, L. M. (2022). Vozes da resistência: a Rede de Notícias da Amazônia e o protagonismo indígena. Esferas, 1(23), 262-278. https://doi.org/10.31501/esf.v1i23.13624

Edição

Seção

Democracia e cidadania nas ondas sonoras