Carvoeiros, sim senhor!: A poética da origem que mobiliza o imaginário criciumense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v1i24.13810

Resumo

Analisamos, na perspectiva do Imaginário, a retroalimentação dos sentidos afetivos e emocionais, a apropriação e interpretação dos bens simbólicos na comunidade imaginada criciumense, cidade do Estado de Santa Catarina, relativo à imagem poética do carvão. A base teórica metodológica segue as cinco versões de definição ou de aproximação do termo Imaginário propostas por Silva (2020): ambiente; ficção compartilhada socialmente; fantástico do cotidiano; excedente de significado e memória afetiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elton Luiz Gonçalves, Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul

Mestre e doutorando em Ciências da Linguagem pela Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul.

Heloisa Juncklaus Preis Moraes, Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul

Professora Doutora, orientadora. Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul

Downloads

Publicado

2022-08-16

Como Citar

Gonçalves, E. L., & Moraes, H. J. P. . (2022). Carvoeiros, sim senhor!: A poética da origem que mobiliza o imaginário criciumense. Esferas, 1(24), 233-253. https://doi.org/10.31501/esf.v1i24.13810

Edição

Seção

Mito e Comunicação Digital