Apropriações do docudrama pelo documentário O dilema das redes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v1i27.14395

Palavras-chave:

Documentário, Docudrama, Redes sociais

Resumo

O documentário O dilema das redes (Jeff Orlowski, 2020) trata de temas como manter o usuário conectado o máximo de tempo nas redes sociais, a extração contínua de dados e a ameaça à democracia. Para isso, o filme emprega elementos ficcionais e não-ficcionais. Este trabalho debate alguns de seus elementos ficcionais, como as encenações, bem próximas do docudrama. Nossa hipótese é que, ao centrar a trama ficcional no indivíduo e suas ações, intensifica-se o processo de identificação da recepção e de leitura realista-emocional-educativa da audiência, oxigenando, por consequência, o espectro do docudrama, tanto na realização, quanto no seu debate analítico-teórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Souza, Universidade Paulista - UNIP

Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP, mestre em Comunicação e Cultura pela ECO/UFRJ e graduado em Comunicação Social/Jornalismo pela UFPE. Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Paulista.

Ana Elisa de Souza Assunção, Universidade de São Paulo - USP

Graduada em Comunicação Social/ Relações Públicas pela Universidade Estadual da Bahia (UNEB), mestra em Comunicação pela Universidade Paulista (UNIP) e doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP). É servidora pública do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), atuando como Relações Públicas.

Downloads

Publicado

2023-08-26

Como Citar

Souza, G., & de Souza Assunção, A. E. (2023). Apropriações do docudrama pelo documentário O dilema das redes. Esferas, 1(27), 1-18. https://doi.org/10.31501/esf.v1i27.14395