Para não esquecer: a narrativa como espaço de resistência

Regina Dalcastagnè

Resumo


A partir da análise da série francesa de quadrinhos Le combat ordinaire, de Manu Larcenet (2004-2008), este texto discute as possibilidades da narrativa diante do esquecimento, seja ele individual ou social. A narrativa é entendida, aqui, como espaço de resistência, abrigo de experiências e histórias que dificilmente têm lugar em outros discursos sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/esf.v0i9.8773

DIADORIM  DOAJ  Latindex  LIVRE  Portal Capes

E-ISSN 2446-6190

REVISTA B2 (Qualis CAPES 2015)