Alimento, comunicação e o bem viver das mulheres indígenas: tensões e (re)construções a partir da ação da cidadania

Rita Simone Barbosa Liberato

Resumo


Este artigo analisa a relação entre o trabalho de Hebert de Souza, Betinho, e as estratégias de comunicação utilizadas pelas mulheres indígenas para se posicionarem nos dias atuais diante das desigualdades, soberania e segurança alimentar. Para tanto, uma bibliografia especializada foi consultada, bem como se analisou dados construídos através da metodologia do vídeo participativo, no período de março de 2014 a dezembro de 2017.


Palavras-chave


Communicação para a mudança Social; Hebert de Souza; Bem viver; Soberania alimentar; Aldeia Cinta Vermelha-Jundiba

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.31501/esf.v0i15.11249

DIADORIM  DOAJ  Latindex  LIVRE  Portal Capes

E-ISSN 2446-6190

REVISTA B2 (Qualis CAPES 2015)