Anorexia e bulimia no Twitter: obsessão, controle e desejo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31501/esf.v0i15.10987

Resumo

Comer é um ato de prazer, mas não para quem sofre com a anorexia e a bulimia. Muitas das pessoas que convivem com transtornos alimentares usam as redes sociais para criar uma comunidade de exaltação a essas doenças. Realizamos análise temática de 156 tweets pró-Ana e pró-Mia postados no período de 21 de agosto a 26 de agosto com o objetivo de problematizar o tema da alimentação. A obsessão pela magreza, as técnicas utilizadas para emagrecer e o desejo pela comida foram os temas discutidos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rebekka Fernandes Dantas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFRN

Alex Galeno, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC – ; Pós-doutor em Comunicação na Universidade de São Paulo. Atualmente é professor na Pós-Graduação de Ciências Sociais/PPGCS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN, Coordenador do PPGCS e membro do Grupo de Pesquisa Marginália.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2019-11-21

Como Citar

Dantas, R. F., & Galeno, A. (2019). Anorexia e bulimia no Twitter: obsessão, controle e desejo. Esferas, (15), 11-19. https://doi.org/10.31501/esf.v0i15.10987

Edição

Seção

Dossiê Comunicação e Alimentação